“Morrer na praia” – Expressão idiomática

A “Oficina da Língua Portuguesa” não “nadou” tanto para “morrer na praia”. O mais difícil já se conseguiu, isto é, criar este projeto e pô-lo a “andar”. E para recordar isso, recorremos ao excelente trabalho de Sofia Rente e de Luís Prina no livro “Expressões Idiomáticas Ilustradas” publicado pela Lidel em 2013. Eis um recurso a ter em conta para a divulgação da língua de Camões!

Sofia Rente (ilustrações Luís Rente), “Expressões Idiomáticas Ilustradas”, Lisboa, Lidel, 2013, p.89.

 

A “Oficina da Língua Portuguesa” em Coria (21 e 22 de Abril de 2017)

O melhor que este projecto da “Oficina da Língua Portuguesa” tem é a possibilidade de conhecer pessoas fantásticas! E assim foi, mais uma vez, em Coria no passado fim-de-semana, 21 e 22 de Abril! Apesar de termos tido a possibilidade de rever alguns velhos amigos, pudemos divulgar a língua e a cultura portuguesa (neste caso foi apenas relativo à história, geografia e cultura de Portugal) a novos amigos!

Neste curso o denominador comum não foi somente a língua portuguesa, foi também o seu paladar! E, graças à confiança do CPR de Coria, pudemos viajar juntos pela gastronomia de Portugal, fazer as nossas paragens, saborear alguns petiscos, provar o vinho e adoçar a boca com doces confeccionados pelos participantes.

Da nossa parte, só nos resta agradecer ao CPR de Coria acreditar na qualidade do nosso trabalho e a todos os participantes que, com alegria e dedicação, deram um sabor português a estes dois dias! Um brinde a vós!

Até breve amigos!

(Texto escrito com a grafia prévia ao AO)

1ª Foto de Grupo CPR de Coria 21, 22/IV/2017

2ª Foto de Grupo CPR de Coria 21, 22/IV/2017

Mais fotos na Galeria da nossa página (dá uma espreitadela!)