“El hilo del abalorio” de Mia Couto (“Le Tour 1987”)

O jovem livreiro e editor Mario Quintana (sim, homónimo do grande, e saudoso, poeta brasileiro!) prenda o leitor em espanhol com a publicação desta tradução de 29 contos unidos por um fio. Da autoria do escritor moçambicano Mia Couto, sem dúvida um dos autores mais aclamados de língua portuguesa, galardoado com o Prémio Camões, esta compilação de contos é o regresso ao seu género de eleição, o conto, unindo desta maneira uma bela cadeia de histórias a meias entre um mundo sórdido e absurdo.

Podemos encontrar este “El hilo del abalorio” na elegante coleção “Champs-Élysés” da editorial “Le Tour 1987”, traduzido para espanhol por Ángel Manuel Gómez Espada. A não perder!

“El hilo del abalorio” – Mia Couto

14º Terras sem Sombra, Festival do Baixo Alentejo (Elvas, 19 e 20 de Maio)

José António Falcão, historiador de arte e diretor-geral do “Festival Terras sem Sombra”, a sua equipa e todos os parceiros desta iniciativa, prendam o entorno raiano da cidade de Elvas com este belíssimo programa. 19 e 20 de maio. A não perder!

Apresentação “De nómadas e guerreiros” de Elías Moro

A casa do nómada é o movimento, como a do guerreiro é a fragilidade da paz. A morada de Elías Moro é a poesía e a sua generosidade convidou o nosso colaborador, Luis Leal, a visitá-lo na próxima quinta-feira, para apresentar o seu novo livro “De nómadas y guerreros”. Será uma honra acompanhá-lo… Estão todos convidados!

Aqui vos deixamos uma tradução de um dos poemas do livro:

ORAÇÃO DOS CONDENADOS – Elías Moro

Sempre estamos perante ti,
sempre estamos sobre ti…

Protege-nos, Céu e Terra,
da morte que nos ronda.

in «De nómadas y guerreros», p.31

(Trad. Luis Leal)

De nómadas y guerreros

Encontro com o escritor David Machado (21/III/2018), dinamizado pelo IES Rodríguez Moñino de Badajoz

Mais uma boa notícia que nos orgulhamos de apoiar e divulgar. O conhecido escritor português David Machado (Prémio União Europeia para a Literatura 2015) vem até Badajoz para um “encontro literário” com os alunos de língua portuguesa do IES Rodríguez Moñino. No entanto, quem tiver interesse em assistir pode entrar em contacto com a comissão organizadora. 

Ana Luísa Amaral na “Aula de Poesia Díez Canedo de Badajoz” (Apresentada por Pedro L. Cuadrado)

Dentro de duas semanas, a escritora portuguesa Ana Luísa Amaral estará em Badajoz para apresentar a sua obra poética na “Aula de Poesía Díez Canedo”. Como já vem sendo habitual, a “Oficina da Língua Portuguesa” tem todo o gosto em divulgar este evento que será apresentado pelo nosso caríssimo colaborador Pedro L. Cuadrado, professor de língua portuguesa e tradutor.

“Os Sabores das Ervas Aromáticas na Gastronomia Portuguesa” nas “XI Jornadas de Língua e Cultura Lusófona” da APPEX

A Elsa Lopes esteve hoje, em Mérida, nas “XI Jornadas da APPEX de Língua e Cultura Lusófona”, a falar sobre os sabores das ervas aromáticas na gastronomia portuguesa. Sem dúvida, uma iniciativa de altíssima qualidade dinamizada pela Associação de Professores de Português da Extremadura! À APPEX, ao CPR de Mérida, a todas as instituições envolvidas e a todos os participantes deste evento, o nosso muito obrigado!